quinta-feira, 2 de abril de 2009

E pluribus funk




Grand Funk Railroad foi uma das bandas de hard rock que eu mais curti nos anos setenta. Ainda tenho vários discos, alguns adquiridos ainda na época (lps) outros comprados quando o dólar foi equiparado com o dinheiro local (nem me lembro qual deles) e a importação foi facilitada.



O primeiro que eu comprei foi E pluribus funk, gravado em 1971. Adorei a capa em forma de moeda e com a efígie dos membros da banda. Mas o conteúdo é que balança geral: a molecada curtia adoidado a batida do rock'n'roll com pitadas funk (especialmente nas guitarras) aos cuidados de Mark Farner (vocal, guitarra, órgão e harmônica - foto), Don Brewer (bateria e vocal) e Mel Schacher (baixo).



Vocês poderão ouvir duas faixas ali no podcast



O link: here?

6 comentários:

Sergio disse...

Paixão total minha tbm. Tive tudo em LP. Mas o 1º, o da preferência, era o ripongão "Survival". Pra mim a versão de Gimme Shelter deles ficou melhor q a dos Stones.

Vinyl disse...

Sérgio e Salsa,
Se for aquele da capa com uma cena pré-histórica, eu também gostei. Eu também tive um. O fato é que eles fizeram mais sucesso com os discos Shine qualquer coisa e o We're an american band, que, para mim soava bem amis leve que os anteriores. Revisitarei para sentir o clima.

Sergio disse...

em tempo: sim não é o 1º disco mas foi o 1º q ouvi.

Arthur T disse...

Grande banda, paixão a primeira vista, ou melhor escutada. Os caras são demais.
Consegui E Pluribus em Buenos Aires, raridade!
Long Live Rock and Roll!

Sergio disse...

Survival é o da cena pre-histórica, sim Vinyl.

Salsa disse...

Pois é, meu povo, Grand Funk escreveu algumas boas páginas da história do rock'n'roll. Obviamente, no futuro, postarei mais alguma coisa do grupo.